domingo, 13 de julho de 2008

Não chega lamentar...


O Papa Bento XVI ao ser recebido pelo primeiro-ministro australiano Kevin Rudd
Bento XVI começou hoje a sua primeira visita à Austrália com dois assuntos quentes na bagagem: o primeiro tema tem a ver com os perigos do aquecimento global; o segundo tema está relacionado com os abusos sexuais por parte dos sacerdotes católicos australianos.

Bento XVI irá lamentar esses casos, mas vários grupos de vítimas e seus representantes acham que lamentar não chega: estão a pedir que ele vá mais longe e apresente um pedido formal de desculpas. Lembramos que esse foi um tema a que Bento XVI teve igualmente de se referir durante a sua recente viagem aos Estados Unidos.

Jesus de Nazaré, que tomou as crianças nos braços e as abençoou, é agora representado por certas classes sacerdotais que tomam as crianças nos braços e as molestam sexualmente!!!

2 comentários:

Ricardo disse...

Paz e bençãos pr Luis,

é interessante ver que é nos países de cultura judeu-cristã, até diria, de cultura protestante, que vêm à luz esses abusos de crianças pelos sacerdotes católicos. Também tem acontecido essas infelicidades aqui, e há uma semana, foram revelados novos casos, que os representantes católicos, como já é habito, dizem tomar medidas para resolver os casos, pedidos de desculpas, etc.
Aqui na Suiça, esse tema tem feito muito barulho no meio católico. A Suiça é dividia em estados que aqui são chamados de "canton". Nos canton católicos, os católicos têm uma forte tendência a fechar a boca (culto do segredo), e a não falar desses casos de abuso de crianças pelos padres, enquanto nos canton protestantes, que são maioria na Suiça, já falam e acham escandaloso. No entanto existe como um tipo de coalição entre protestantes e católicos nestes países, o tal de eucumenismo. Pessoalmente não vejo esta "mistura" de um bom olho, quanto uma fruta está estragada, contamina as outras todas.
"E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas." Apocalipse 18:4, Jesus avisa o seu povo a sair do meio dela, do meio da "prostituta", e creio que com esse mesmo amor, Jesus, que não pratica o culto do segredo, está a trazer à luz, algumas realidades que existe no meio católico, para que o seu povo saia do meio dela.
Infelizmente, muitos, mas muitos mesmo, ainda não acordaram para a realidade.

Um forte abraço
Ricardo, Lausanne, Suiça

Anónimo disse...

AS religiões Ocultistas(aquelas que guardam segredos) aos poucos estão a ser desmacaradas." se vós vos calardes as pedras falarão" assisti ontem ao filme "Os Borgia" o qual aconselho e ouvi no final o comentário:-É que isto aconteceu mesmo...!