quarta-feira, 11 de junho de 2008

Que raça de dia...


As comemorações do Dia de Portugal ficaram marcadas por uma expressão de Cavaco Silva a propósito da paralisação dos camionistas. O Presidente da República disse que não comentava a situação porque estava a comemorar o «Dia da Raça», uma expressão utilizada no tempo do Estado Novo para assinalar o 10 de Junho.

É evidente que Cavaco, o tecnocrata, aquele que se recusa a usar o cravo vermelho nas comemorações de Abril na Assembleia da República, não tem a sensibilidade, a formação e o discurso humanista de Sampaio ou mesmo de Soares...

Entretanto, a comunicação social, o PC e o BE não lhe deram tréguas. É caso para Cavaco dizer «que raça de dia»...

1 comentário:

Paulo Ferreira disse...

Não levemos a mal, saio! Saio mal mas não foi por mal, quem não se engana? AI, AI, ainda bem que é o nosso presidentente.